Vida Eterna à Floresta Amazônica e seus Povos Guardiões




Hoje quero reverenciar o berço dos Florais da Amazônia e seu Povo Guardião. Quero trazer a memória e a consciência da floresta encantada a todos que recebem o benefício destas gotas de saúde e bem-estar.


Floresta Amazônica, santuário da natureza, com suas nascentes e sua abundância de águas - águas profundas, plácidas e silenciosas, igapós; grandes rios e igarapés, acariciando e refrescando a Mãe Terra, saciando a sede de todas as vidas, disponibilizando para todo o planeta, ar puro e umidade. Quanta beleza, quanta abundância, quanta cooperação entre os seres, habitam nesta floresta encantada!


Floresta milenar, em seu seio abriga os povos originários que, desde tempos imemoriais, são seus cuidadores, que a preservam e defendem dos predadores, dos gananciosos que querem usurpar suas riquezas e destruir sua vida.


Hoje, em nome dos Florais da Amazônia, quero honrar os Povos Indígenas que preservam a vida de todas as florestas e demais santuários naturais. Quero emanar saúde e bem-estar da natureza, para sustentar e defender estes povos. Eles estão ameaçados, querem tirá-los de seu habitat. Eles merecem nosso apoio e atenção. Se os retirarem de seus habitats, toda a vida será ameaçada, e a Mãe Terra reagirá com toda a força, como a mãe a quem lhe ferem seu filho amado.


Hoje, em nome dos Florais da Amazônia, quero honrar e rogar pela nossa semente, por nossa raiz ancestral, pelos Povos Originários da Terra Brasileira e toda a Mãe Terra.


Por: Maria Alice Campos Freire

35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mulher