Os Florais da Amazônia |

Flor de Jagube – Mês de Julho

quinta-feira nov 15, 2012

Flor de Jagube

(Basteriopis caapi)

Sou filha de um pai soberano e puro, venerável ancião que me projetou para iluminar a primavera. Anuncio a renovação do tempo, a transformação que tudo purifica e pela humildade conquista a fortaleza. No meio da floresta me relaciono com todos os elementos circundantes, absorvendo as forças sutís e transmitindo firmeza. Me movo no tempo para onde quero ir. Equilibro as discórdias e desperto os corações. Sou a temperança e a canção suave que penetra na alma, despertando-a para o espírito e sua libertação. Sou leveza e doçura, carregada de uma essência poderosa capaz de se transformar em ordem suprema que domina e desperta o comando interno de cada ser.

Eu sou a força e a determinação para subir que se expressa no amor.

Orixá – Oxalá
Classificação – Mata Virgem – Cipó
Modo de ser na Natureza – É um cipó que chega a ficar muito grosso dentro da Mata. À medida que cresce vai formando como um feixe de veias, ou canais que se enrola nas árvores em todas as direções. Sua flor é rosa, amarela e dourada, contrastando a sua delicadeza com a firmeza do cipó.
Ponto da Força – 6° chacra- corpo mental superior – consciência
Atuação da Essência – Evolutiva. Abre para a revelação interna. Relaciona-se com todos os elementos para ascender a força espiritual, acordando o Eu Superior para ser ele mesmo. Desperta o comando interno através do qual se agregam as forças do amor. Ilumina o plano mental, libertando os medos para alcançar a consciência interna.Trabalha suavemente, mas com rapidez. É boa para adolescentes, doentes crônicos e depressivos e outros tipos de comportamento que denotam medo de enfrentar a realidade. Faz parte da Fórmula de Urgência.
Outros usos – O povo da Floresta usa essa planta na elaboração de uma bebida sagrada, usada ritualmente desde o tempo dos Incas.